Follow by Email

terça-feira, 27 de maio de 2008

DO AMOR



Do amor há muitas lógicas possíveis
da estética à filosófica,
da mercadológica
(que dizem ser a mais antiga)
à química das farmacológicas pílulas celestes.

Tantas visões!
Quanta expectativa!
Inumeráveis fantasias!

Quanto a mim,
do amor nada observo
a não ser - diretamente - o objeto.

Nada espero, a não ser,
talvez,
a suprema graça de ser correspondido
Renato de Mattos Motta
Porto Alegre, fevereiro de 2008

14 comentários:

T disse...

passei por aqui :)

Renato de Mattos Motta disse...

Bem-vinda!

Quase quase tudo quase nada disse...

ui...que lindo texto..eu tb espero por isso ser apenas compreendida..no amor!
abração..seu blog legal!

mundo a fora disse...

muito bom... passa tbm no MUNDO A FORA e quem sabe possamos ser parceiros.

falar de amor é sempre bom né?

oh sentimento maravilhoso!

bjoka

Renato de Mattos Motta disse...

Bom de falar, Andréia,
melhor de
sentir
fazer,
viver

compulsão diária disse...

Família de poetas - homem romã e irmã flamboyant!
Sul maravilha!
*homem-romã segundo a definição do Carpinejar: "Eu divido a ala masculina em três categorias de atuação emocional: homem-tomate (grudento, que gosta de ser pisado), homem-banana (que zela por uma aparência, escorrega na linguagem e não se entrega) e homem-romã (que se abre inteiro e harmoniosamente)."

Renato de Mattos Motta disse...

Bea,

Bom te ver aqui. Espero que gostes.

Botânica à parte, sempre adorei Valentina
(que, me parece, tem tudo a ver com scorpio)

Juliana Meira disse...

bela imagem e poema!
parabéns
(=

compulsão diária disse...

Não há mulher como Valentina, alguém disse pra brincar com o mito gilda!
Eu adoro a Valentina e ser escorpioa.
Renato, adorei aqui. voltarei sempre. espero você lá no compulsão também sempre que vc puder.
Mille baci

:: Daniel :: disse...

Bonitos versos.

Abs!

VIDA EM POEMAS disse...

Boa tarde Renato, recebi convite pra passar por aqui e confesso que agora será caminho obrigatório, adorei teu cantinho.
Ameiiiiiiiiiii esse poema
que vc tenha muitas outras inspirações tais como essa
paz seja contigo
luz em teu caminhar
beijos ternos na alma

Renato de Mattos Motta disse...

Vida,
bendita hora que te convidaram...
mas quem é você?
Pelo nome,
deve ser excelente!

Fragmentos de Elliana Alves disse...

Parabéns querido...
O amor tem mil faces ou milhões
vc é quem escolhe...
O amor não tem,mais pode ter cheiro,
basta vc querer...
E acreditar, coisa que vc ressalta no poema...Mesmo assim adorei sentir o que teu coração fala e tua alma deseja,bjsssssss de luz,te adoro poeta,bom dia!

Fragmentos de Elliana Alves disse...

correção...desculpas...rsrsss

Parabéns querido...
O amor tem mil faces ou milhões
vc é quem escolhe...
O amor não tem cores,mais pode ter cheiros,basta vc querer...
E acreditar, coisa que vc ressalta no poema...Mesmo assim adorei sentir o que teu coração fala e tua alma deseja,bjsssssss de luz,te adoro poeta,bom dia!