Follow by Email

sexta-feira, 9 de maio de 2008

A propósito do óbvio

em terra de cego
quem tem um olho
finge que não viu.

5 comentários:

FlaM disse...

KKKKKK
Boa renato! Eu tenho outra versão:

em terra de cego
quem tem um olho
que se cuide...

bj, f

Renato de Mattos Motta disse...

é como dizia aquele compositor cubano "no es lo mismo, pero es igual"

Bjk!

Suzana Mafra disse...

tenho um assim:

o
pior
cego
é
aquele
que
não
quer
ver
dade

Gosto da tua escrita. O meu poema está fazendo o que mais gosta no teu blog: rimando.

Obrigada

Abraço

Rodolfo disse...

Muito legal!

ver, de verdade, nem sempre é muito bem visto, na sociedade.

está muito legal, isto aqui!

um abraço!

Renato de Mattos Motta disse...

Rodolfo, bom que você gostou!Também gostei muito dos teus ecos!